quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Like cristals

    Hoje fui a rapariga da praia.
    Aquela rapariga que cmprimenta o mar, que corre para ele. Aquela rapariga que não teme o mar, nem tão pouco o adora. Ela é o próprio mar, com todos os seus caprichos e arretiques*, todas as suas voltas e curvas, toda a sua força , toda a sua serenidade. Ela conhece-o, as correntes, os sítios quentes, a areia roliça por baixo, os seus movimentos naturais.
    Conhece cada ondulação como a palma da sua mão, cada onda irragular, firme e suave.
    Aquela rapariga que trepa pelas rochas, as mãos a encontrarem as reentrâncias, os pés a rodearem os mexilhões, o nariz a descobrir um ouriço.
   Em tempos fui essa rapariga, todos os dias do meu curto Verão. Hoje, lembro-me e sonho com esse tempo, tentando desesperadamente parar a progressão, impedir o futuro de chegar. Mas o tempo passa pelas minhas mãos e nada deixa a não ser cortes, como puro cristal que passa. Tenho as mãos dormentes, em carne viva, mas não posso desistir. Bani essa palavra, construí um novo dicionário. E vou continuar a tentar agarrar esses preciosos cristais que me escapam. Eles são a minha única memória.
    A minha única memória tua.



SM**Cappuccino

*sim, eu sei que é só tiques, mas não gosto da palavra. Arretiques, o que é que se há-de fazer?
Estou a pensar fazer um quadro de areia a ilustrar este texto. Por enquanto fica esta imagem.

6 comentários:

lía disse...

eu não queria também que ele tivesse a maior fatia. pois assim eu nao era completamente feliz com ele também. perfeito era 50/50

Sofia Carvalho disse...

Lindo Sofia, como sempre cheio de sensibilidade e sofrimento e ao mesmo tempo uma restea de esperança, uma luz ao fundo do túnel...Não desistas, continua;)
Beijos querida;)

marta filipa disse...

Ah mas isso do look novo, foi mesmo porque estava a pensar voltar :p

Meio Cheio disse...

Ser a rapariga da praia é o que todas queremos ser...quantas vezes possiveis...nem sempre damos valor ao encanto do mar e o seu poder em nós...mas quando damos é com força que arrebitamos =)

Beijinho e bom fim de semana*

Shell disse...

Adorei o texto :) Escreves mesmo bem e com uma grande sensibilidade... Continua assim * beijinho

lía disse...

obrigada minha querida (: