quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Super Woman

Sabem quando achamos que somos tudo?
Eu explico.

EU não tenho noção.
Não tenho mesmo.
Nem do tempo, nem daquela lei que diz que não podemos estar em todo o lado ao mesmo tempo.
Não, por acaso não é bem assim. Eu até sei disso muito bem. Ainda só me dei conta que o dia não tem 45 horas...

Quero fazer tudo, disponobilizo-me para tudo, alguém precisa de alguma coisa lá estou eu. Mas esqueço-me que eu já não tenho coffee breaks, nem sequer para almoçar descansadinha, enquanto mais para ir à máquina buscar um café longo, que custa exactamente o mesmo que um curto e vem apenas num copo maior (meras ilusões...).
Se alguém me pede para fazer alguma coisa, lá estou eu, e estou mesmo. Não é não ter coragem de dizer não, Não, NÃO!
O único problema é que me esqueço que devido ao Big Bang, à acelaração de partículas, a Deus, à rotação da Lua, à órbita terrestre, ao que quiserem, só há 24 horas por dia. E umas boas são (deviam de ser) passadas a dormir. Ou a tentar dormir, depende das insónias.

Depois tenho que deixar para trás alguma coisa, e é sempre o que mais gosto. Mas infelizmente, só contribui para a minha felicidade, porque o resto contribui para o sucesso e para a sociologia toda que é necessária hoje em dia.

Enfim, lá vamos nós dedicar tempo às coisas necessárias, mas acho que este fim-de-semana há tempo para o resto (para um post já houve).

Mas será que algum dia me vou lembrar que não sou uma Super Mulher?
(Será que me quero lembrar disso?)

SM**Cappuccino
A esticar o dia ainda mais do que as pessoas esticam o dinheiro. Muito mais.

5 comentários:

Raquel disse...

yap.. eu sei... desculpa se tambem contribuo para no time...
tiveste tempo para o post! ja nao e mau...
Força! Só não tens de ser SEMPRE a super woman... e tu sabes que nao...

Sandra disse...

na verdade até q és uma super mulher, so que humana. por isso vááá! toca a impor os teus proprios limites! nao te quero em desgaste!!!

beijinho grandiiiiiiiiiiii*

lígia disse...

oh, obrigada :')
muitos beijinhos

Luna Tic disse...

uma mulher é implicitamente uma super mulher. nem todas o sabem, mas todas têm si o poder de uma guerreira e a sensualidade de uma amazona. nunca te perguntaste porque é que os homens não conseguem viver sem nós? ;)

beijinho minha super mulher*

lígia disse...

obrigada, ainda bem que me percebes!
tenho um carinho muito especial por ti, foste a primeira pessoa a comentar o meu blog* :p